top of page
DD.png

O que é o MG

O nosso trabalho é criar inspiração e promover sonhos através de conteúdo de moda, imagem, beleza e negócios; conteúdos autênticos e cuidadosamente selecionados.

Por que fazemos

Através de nosso trabalho, criamos campanhas estratégicas com marcas que compartilhem os nossos valores. Hoje, com 23 anos de trabalho sendo que 13 são no on-line, temos como clientes e parceiros diversas empresas. tanto em Brasília quanto no Brasil. 

Como fazemos

Podemos comunicar a sua mensagem através de criação de conteúdo, com a exposição da sua marca em nossos canais, seja através de posts no blog ou em nossas mídias sociais.

Além disso, podemos oferecer uma mistura de ambas as soluções para efetivamente atingir seu público-alvo e contar a história da sua marca da forma mais adequada.

Soluções de Negócios

Leve o nosso conhecimento para a sua empresa ou sua marca, através de Palestras e Treinamentos Empresariais. 

Nossa Consultoria Empresarial é personalizada, e temos grupos VIP para um maior acompanhamento e direcionamento.

ApexBrasil acelera internacionalização de empresas brasileiras do setor têxtil e de confecções


Programa de Aceleração para as Exportações e Escritório da ApexBrasil América do Sul levaram empresas brasileiras do setor de moda ao Uruguai para qualificação e rodada de negócios. A perspectiva é de movimentar US$ 135 mil em negócios nos próximos 12 meses


Com o objetivo de acelerar o processo de internacionalização de 17 empresas brasileiras do setor têxtil e de confecções, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) realizou, entre 21 e 23 de agosto, a “Missão Empresarial Brasil-Uruguai 2023 Moda e Confecção”. Em Montevidéu, os representantes das empresas selecionadas pela ApexBrasil participaram de seminários sobre o setor de moda no Uruguai e sobre o perfil dos consumidores locais. Fizeram também rodadas de negócios com 70 empresas compradoras e visitas técnicas a produtoras locais do setor. Antes mesmo de todos os negócios serem fechados, a perspectiva é de movimentar U$ 135 mil para os próximos 12 meses, valor que pode aumentar.

A Missão começou antes mesmo do dia 21 de agosto, com um aquecimento, durante o qual os empresários tiveram aulas de espanhol e encontros com representantes da ApexBrasil para melhor prepararem-se para a Missão.


"Viemos apresentar nosso produto para o mercado uruguaio e entender como fazer negócios aqui”, afirmou Fernanda Zanuti da FZ Confecções, de São Paulo. “A perspectiva é de ter boas conversas, boas propostas, fechar com comparadores, mas também de entender qual é o apelo do meu produto no mercado uruguaio”, afirmou a representante da Wendyel Borin, empresa localizada em Porto Alegre, cujos pilares são sustentabilidade e exclusividade.


A rodada de negócios, além de introduzir as empresas ao mundo dos negócios internacionais, rendeu bons frutos. “Foi uma experiência única estar no mercado uruguaio, entender as preferências locais e abrir portas para negócios futuros”, explicou a empresária gaúcha.


Programa Aceleração


A Missão Empresarial Brasil-Uruguai faz parte do Programa de Aceleração para as Exportações, iniciativa da ApexBrasil que busca dar continuidade ao processo iniciado no Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX). No PEIEX, a equipe de atendimento da ApexBrasil, com objetivo de aproximar as empresas do mercado internacional, desenvolve, junto aos empresários, uma análise sobre a maturidade exportadora da empresa e oferece diferentes ferramentas para capacitação em aspectos-chave de comércio exterior como: adequação de embalagem e produto ou serviço, identificação de oportunidades internacionais e de barreiras de acesso a mercado, precificação e frete.


Com o Programa de Aceleração, a ApexBrasil procura proporcionar plataformas de networking e oportunidades internacionais imediatas às empresas que demonstraram estar mais preparadas para ações internacionais, de modo a estimular primeiras exportações ou a consolidação como empresas exportadoras.


Mercado uruguaio


O processo de definição do país-sede contou com estudo e mapeamento de oferta das empresas participantes do PEIEX e de países de interesse, realizado pela Gerência de Inteligência de Mercado da ApexBrasil. O Uruguai é tradicional parceiro comercial do Brasil. Em 2022, a corrente de comércio bilateral chegou a US$ 4 bilhões, o que significou um aumento de 21,9% em comparação a 2021. No setor têxtil, o vizinho platino é 5º destino de exportações brasileiras. Em 2022, houve alta de 40% nas exportações, o que indica o potencial do mercado uruguaio para os produtores brasileiros.


O setor têxtil e de confecções brasileiro


“Nosso propósito é o mesmo da Apex: mostrar que somos uma potência em produtos acabados e não só em commodities”, afirmou o empresário Danilo Lindolfo, da grife Lindolfo. Para ele, a integração da cadeia produtiva é o grande diferencial do Brasil. De fato, a indústria têxtil e de confecções é uma das poucas a contar com uma cadeia integrada, desde a produção da matéria-prima até o produto final. Autossuficiente na produção de algodão, o Brasil produz cerca de 8,9 bilhões de peças de vestuário, sendo referência mundial em beachwear, jeanswear e homewear. A indústria Têxtil e de confecções brasileira é a quinta maior do mundo. Conforme, a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), o setor representa a força produtiva de 25,2 mil empresas instaladas por todo o território nacional, de todos os portes, que empregam mais de 1,5 milhão de trabalhadores diretos.


Em 2021, o setor faturou R$ 190 bilhões em produção, o que equivale a 19,5% do total de trabalhadores alocados na produção industrial e a 6% do valor total da produção da indústria brasileira de transformação.


Internacionalização: projeto setorial TexBrasil


A ApexBrasil mantém parceria com a Abit desde os anos 2000, por meio do projeto setorial TexBrasil - programa de internacionalização da indústria têxtil e da moda brasileira. O projeto cobre toda a cadeia têxtil e tem como prioridade atuar como influenciador no processo de sustentabilidade das empresas e está comprometido em atender as pautas globais. Ao longo desses mais de 20 anos de colaboração, a iniciativa já realizou mais de 7 mil ações, entre elas feiras internacionais, eventos com compradores qualificados, showrooms, capacitação, estudos de mercado, rodadas de negócios e ações de posicionamento de imagem do setor. Dessa forma, foi possível atender mais de 1,8 mil empresas que exportaram mais de US$ 9,7 bilhões.

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page